domingo, 23 de março de 2014

Resenha: tratamento para o cabelo com Óleo de Coco, da Dr. Orgânico, e Óleo de Linhaça, da Jatobá

Em 2011 falei sobre o uso de óleo de coco como máscara de tratamento pré-xampu aqui no blog, e até hoje ele faz parte da minha rotina, com algumas mudanças. A primeira alteração se refere ao produto: em janeiro de 2013 passei a usar o Óleo de Coco Virgem Orgânico, da marca Dr. Orgânico — que, assim como o óleo de coco da marca que eu usava anteriormente, não é refinado, mas vai além, por ser orgânico e ter um aroma mais suave.

Óleo de Coco Virgem Orgânico, da Dr. Orgânico
Clique na imagem para ampliar [Foto de Michelle C., Tantas Plantas]

Outra modificação foi o acréscimo do Óleo de Linhaça Orgânico, da Jatobá. Fiz isso após ler um relato sobre o uso de óleo de linhaça para fazer massagem capilar (Maria Isabel, obrigada pela dica!). Eu já havia notado a presença desse ingrediente em alguns produtos dos quais havia gostado, como o Óleo após Banho e para Massagem Harmonia, da Reserva Folio, então quis experimentar e fiquei muito satisfeita com a mistura. De acordo com o rótulo, o óleo da Jatobá é extraído de linhaça orgânica, num processo de prensagem a frio, e é engarrafado imediatamente, sob refrigeração, sem filtragem e sem exposição à luz e ao oxigênio.

Óleo de Linhaça Orgânico da Jatobá
Clique na imagem para ampliar [Foto de Michelle C., Tantas Plantas]

A terceira mudança ocorreu com relação ao modo de usar, quando li que na Índia a massagem capilar tem como foco o couro cabeludo e o óleo vegetal é deixado em contato com a pele por um certo tempo. Antes disso eu nunca tinha passado óleo na cabeça, apenas nos fios (da metade do comprimento até as pontas), e deixava agir por apenas dez minutos. Tinha receio de que o couro cabeludo se tornasse muito oleoso caso o óleo fosse utilizado ali, mas depois que comecei a incluir essa área na massagem percebi que isso não acontece, pelo menos comigo. Enxaguar com bastante água, de preferência morna, é fundamental. Se lavado adequadamente depois, o cabelo não fica oleoso; e na hora da aplicação nem sinto que passei óleo, não fico com calor na cabeça ou qualquer sensação desagradável.

Então atualmente junto 1 colher de café de óleo de coco com 1 colher de café de óleo de linhaça num pratinho de louça, resultando em aproximadamente 5ml, que são suficientes para espalhar a mistura nos dedos e aplicá-la aos poucos no couro cabeludo todo, numa massagem que se prolonga para o comprimento dos fios. Pode parecer pouco óleo, até porque meu cabelo é comprido, vai até uns 15cm abaixo da linha dos ombros (por outro lado não é muito volumoso), mas a ideia é cobrir os fios e a cabeça sem deixá-los empapados. Além disso, o óleo de coco e o óleo de linhaça são fáceis de passar, não são óleos muito densos.

Depois prendo o cabelo num coque frouxo e vou cuidar de outras coisas, após uma hora faço um bom enxágue no banho, e em seguida cuido do cabelo do jeito habitual — lavo com um sabonete da Sachi como o Sabonete #25 Oliva & Capim-limão e depois uso um condicionador da John Masters Organics como o Bare Unscented Detangler. O cabelo fica hidratado e macio, mais saudável, o couro cabeludo também.

Cada pessoa tem um conjunto próprio de características, e existem inúmeros outros óleos vegetais nas lojas especializadas. Essa combinação de linhaça e coco tem funcionado bem no meu cabelo — que é liso e castanho escuro, tingido com henna, e normal, com uma certa tendência à oleosidade —, mas outras pessoas podem obter resultados melhores com outras opções.

Tanto o Óleo de Coco Virgem Orgânico da Dr. Orgânico quanto o Óleo de Linhaça Orgânico da Jatobá possuem os selos Produto Orgânico Brasil (do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e Ecocert. E o Óleo de Coco Dr. Orgânico tem também o selo USDA Organic. Ambos produtos não são refinados, e por isso se autodenominam “Virgem” e “Extravirgem”, respectivamente. Quando entrei em contato com o SAC da Dr. Orgânico (sac@dr-organico.com.br) para saber se haveria uma opção extravirgem, recebi a explicação de que tecnicamente o óleo de coco só pode ter duas denominações possíveis: seria ou “refinado” ou “virgem”, mas muitas empresas preferem adotar a nomenclatura “extravirgem” por conta própria.

O rótulo do Óleo de Coco Virgem Orgânico resiste bem a manchas de óleo decorrentes do uso. Na foto, o vidro já estava sendo usado há algum tempo e o rótulo continuava em muito bom estado. Já o rótulo do Óleo de Linhaça Orgânico fica manchado com mais facilidade, mesmo assim não se descola e nem se esfarela. Ambas embalagens são de vidro, e o Óleo de Linhaça Orgânico tem a vantagem adicional de ter um vidro escuro, cor de âmbar, o que contribui positivamente na conservação do produto.

Comprei o Óleo de Linhaça Orgânico da Jatobá no Armazém Vale das Palmeiras, que fica na avenida Ataulfo de Paiva 1100-C, Leblon. O telefone é (21) 2294-0988, e a loja faz entregas na Zona Sul do Rio. O vidro de 150ml custou R$22,90.

Já o Óleo de Coco Virgem Orgânico da Dr. Orgânico pode ser encontrado em muitas lojas de produtos naturais aqui no Rio. A Loja Orgânica, que participa do Circuito Carioca de Feiras Orgânicas, costuma ter bons preços. O telefone para informações e agendamento de entregas em domicílio é (21) 3238-5190, o email é marcos.melo@lojaorganica.com.br. Fundada em 2011 por Marcos Melo, um designer com formação tecnológica que conhece a fundo as particularidades da agricultura orgânica e desse mercado como um todo, a Loja Orgânica é a minha preferida para comprar mel, chás, cafés, sucos e grãos, entre outros alimentos, todos orgânicos. E trabalha com os 3 tamanhos de garrafa do óleo de Óleo de Coco Virgem Orgânico, incluindo a menor de todas, de 50ml, que é interessante para um primeiro contato com o produto.

O óleo de coco que fotografei vem num pote de vidro de 300ml, e existe também um maior, de 500ml (a Dr. Orgânico marca trabalha com potes e garrafas). O pote de vidro é mais prático quando o clima está mais ameno e o óleo acaba se solidificando, por outro lado a garrafa é melhor para evitar contaminação do óleo no momento de sua retirada. A solidificação ocorre naturalmente quando a temperatura ambiente fica inferior a 27 graus. Para devolver o óleo de coco ao estado líquido, basta colocar o vidro num recipiente com água morna por alguns minutos. Esse procedimento não afeta a qualidade do produto. Na Loja Orgânica, a garrafa de 500ml está custando R$55,00, a de 250ml está saindo por R$30,00 e a de 50ml está sendo vendida por R$12,00. Também é possível comprar esse óleo no site da própria marca Dr. Orgânico, em http://loja.dr-organico.com.br/.

ATUALIZAÇÃO, 28/04/2015: Outra empresa que comercializa o Óleo de Linhaça Orgânico da Jatobá é a ótima loja virtual Organomix. As encomendas podem ser feitas no site http://www.organomix.com.br/ e pelo telefone (21) 3613-9060.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

LEIA TAMBÉM:

“12 ingredientes que devem ser evitados”
“Aromaterapia: onde encontrar óleos vegetais orgânicos”
“Resenha: Corretivo Ultra-Hidratante, Base Excellent Skin e BB Cream 4 em 1, da Baims”
“Resenha: bálsamo para o rosto Blue Beauty Balm, da Isa’s Restoratives”
“Férias no Havaí, parte 2: restaurantes, produtos orgânicos e outras compras na Big Island”
“Resenha: produtos hidratantes da Linha de Calêndula da Weleda — para bebês e crianças (e adultos também)”