domingo, 17 de maio de 2015

Resenha: Batom Violeta Nude Matte, da Alva

Comprei o Batom Violeta Nude Matte, da marca alemã Alva, assim que soube que a Linha Matte (chamada de Matt Collection na Europa) havia chegado ao Brasil. Esse é um lançamento bem recente, mas conheço há anos produtos dessa empresa de cosméticos naturais com ingredientes orgânicos, por isso logo criei a expectativa de um batom muito macio, e mesmo assim me surpreendi com a sua cremosidade e a sua ação hidratante.

Batom Violeta Nude Matte, da Alva
Clique na imagem para ampliar [Foto de Michelle C., Tantas Plantas]

O Batom Violeta Nude Matte é exatamente o que o seu nome indica: um batom de acabamento opaco, que deixa os lábios com uma tonalidade neutra, leitosa, e uma cor levemente puxada para o violeta. Não uso sombras escuras ou de cores vibrantes, e não tenho sobrancelhas marcantes, por isso não costumo usar batom nude. Essa falta de familiaridade pode explicar meu espanto ao experimentar esse batom pela primeira vez, quando verifiquei que o efeito foi diferente do que eu havia imaginado a partir do swatch abaixo. Para fazer essa foto, apliquei algumas camadas de batom no meu antebraço, e a cor apareceu bastante, ficando mais escura que o tom da minha pele. Já nos meus lábios ocorreu o oposto: como são naturalmente rosados, a primeira camada desse batom já os tornou mais claros. Passando camadas adicionais, eles se apagam cada vez mais.

Batom Violeta Nude Matte, da Alva
Clique na imagem para ampliar [Foto de Michelle C., Tantas Plantas]

Testando o batom como blush em creme, cheguei a um resultado mais próximo do swatch, embora mais comedido. As maçãs do rosto ganharam uma coloração terracota, muito discreta, e ligeiramente cor-de-rosa.

Apreciei muito a sensação e a aparência de lábios bem tratados, protegidos. O produto tem alta cobertura e longa duração. Certamente o utilizarei até o fim, provavelmente aplicando apenas uma camada a cada ocasião. Será útil também como primer para outros produtos para os lábios, e para suavizar cores que sejam muito intensas para o meu gosto.

O Batom Violeta Nude Matte é um produto totalmente natural, vegan, com ingredientes orgânicos, certificado pela Ecocert e sem testes em animais. Na sua fórmula, destacam-se o extrato de semente de damasco orgânico, o polissacarídeo beta-glucano patenteado — que tem a função de fortalecer o sistema imunológico da pele —, o óleo de rosa mosqueta orgânica e o extrato de camomila orgânica. Segundo a marca, esse cosmético é adequado para peles sensíveis. Não contém óleo mineral, parafina, corantes artificiais, parabenos e nem qualquer outro conservante sintético. A lista completa de ingredientes está copiada a seguir. Acrescentei os termos correspondentes em português.
Octyldodecanol / octildodecanol, Prunus armeniaca kernel extract* / extrato de semente de damasco*, Ricinus communis seed oil* / óleo de semente de mamona (rícino)*, oleyl oleate / oelato de oleíla, hydroxistearic/linolenic/oleic polyglycerides / poliglicerídeos hidroxisteáricos/linoleicos/oleicos, silica / sílica, Copernicia cerifera cera* / cera de carnaúba*, tocoferol / tocoferol, Rosa rubiginosa seed oil* / óleo de semente de rosa mosqueta*, Helianthus annuus seed oil* / óleo de semente de girassol*, limonene / limoneno, parfum / perfume, citronellol / citronelol, geraniol / geraniol, yeast polysaccharides / polissacarídeos, Chamomilla recutita flower extract* / extrato de flor de camomila*, mica / mica. May contain / pode conter +/- : CI 77891, CI 77491, CI 77492, CI 77499, CI 77510, CI 77007, CI 77742.
* Organic ingredients / ingredientes orgânicos.
O batom possui um aroma agradável, de origem natural; tão ameno que não chego a senti-lo quando estou usando o produto. Outra característica interessante é a embalagem: todas as partes pretas que podem ser vistas na primeira foto dessa resenha são feitas de papel. Esse material, condizente com uma proposta de redução do impacto ambiental, atualmente passou a compor a embalagem da maioria dos itens de maquiagem da Alva. Não é uma iniciativa isolada, pois há anos algumas marcas (incluindo marcas convencionais) vêm oferecendo maquiagens em estojos feitos de papel. De todo modo, lançar batons em embalagens sem glamour requer uma boa dose de ousadia e de convicção na qualidade do produto propriamente dito.

Esse batom custou R$82,90 na loja virtual da marca (http://www.alvastore.com.br/), e vem com 4g. A validade é de 18 meses e recomenda-se o uso dentro de 12 meses após a abertura do tubo.

Fundada em 1988 por Martin Plassonke, na Alemanha, a Alva se mantém presente no Brasil por iniciativa de Ananda Boschilia. Os produtos podem ser encontrados também em diversas lojas multimarcas (ATUALIZAÇÃO, 23/03/2017: uma delas é a brasileira Capym Store, e esse é um link afiliado; mais informações em “Loja virtual: Capym Store”). As composições estão disponíveis online, o atendimento ao cliente (que funciona pelo telefone (47) 3433-6830 e pelo email contato@alvabrasil.com.br) é rápido e cordial, e todas as compras que fiz até o momento chegaram em segurança.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

LEIA TAMBÉM:

“Resenha: loção para os pés Foot Lotion, da Alva”
“Resenha: hidratante corporal Sanddorn Body Lotion, da Alva – uso diário e pós-sol”
“Aromaterapia: onde encontrar óleos vegetais orgânicos”
“Resenha e swatches: batons, blushes, sombras e iluminadores da RMS Beauty”
“Resenha: Lip Tint and Shimmer, da Badger, nas cores Garnet, Rose Tourmaline, Copper e Red Jasper (todas complementadas com Opal)”

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Resenha: Bálsamo Emoliente Contorno dos Olhos, da Sal da Terra — para lábios, bochechas e sobrancelhas também

O outono e o inverno, com climas mais secos e frios, e banhos mais quentes, são épocas em que a tendência da minha pele ao ressecamento requer atenção redobrada. Tenho pele mista, e as áreas críticas do meu rosto costumam ser as bochechas, os lábios e eventualmente as têmporas. Com o uso de cosméticos naturais e ingredientes orgânicos, felizmente tenho passado bastante bem nos últimos dois anos, e tudo indica que 2015 também será tranquilo, especialmente graças ao Bálsamo Emoliente Contorno dos Olhos, da marca brasileira Sal da Terra, um produto natural com utilidades que vão muito além do que o seu nome sugere.

Bálsamo Emoliente Contorno dos Olhos, da Sal da Terra
Clique na imagem para ampliar [Foto de Michelle C., Tantas Plantas]

O Bálsamo Emoliente Contorno dos Olhos é um emoliente realmente eficaz, deixa a pele mais macia, hidratada e uniforme. Como a minha pele é oleosa na região dos olhos, só o uso nesse local raramente, quando o tempo está excepcionalmente frio. Buscando outras possibilidades de aplicação, me surpreendi positivamente ao testá-lo das seguintes formas:
1. Protetor labial: Proporciona conforto prolongado. Desde que comecei a utilizá-lo desse modo, há um ano e diariamente, notei que a pele delicada dos lábios e do seu entorno ficou mais flexível e lisa, sem descamações e sem áreas desidratadas. Esse bálsamo não deixa meus lábios grudentos e nem brilhosos demais. Sinto um sabor e um cheiro bem leves, de manteiga de karité.
2. Reforço na hidratação das bochechas e das têmporas: O produto derrete facilmente ao entrar em contato com a pele, e ajuda a preservar a umidade trazida pelo creme hidratante que aplico momentos antes. Uso-o dessa maneira apenas quando a temperatura está mais baixa, com vento frio. Sua ação na minha pele é bem duradoura. Mesmo sendo untuoso, não pesa na face e não a deixa excessivamente brilhante. 
3. Maquiagem incolor para sobrancelhas: Um dia experimentei passar um pouco do bálsamo nas sobrancelhas; elas ficaram mais alinhadas e ganharam uma aparência geral de frescor, como se eu tivesse acabado de lavar o rosto. Gostei muito e passei a incluir esse gesto no meu breve ritual de maquiagem.
A composição do Bálsamo Emoliente Contorno dos Olhos é 100% naturalvegan, artesanal e sem perfume. O produto não é testado em animais. Essa é a lista completa de ingredientes:
Manteiga de karité, óleos de argan orgânico, macadâmia e rosa mosqueta, vitamina E.
De acordo com a Sal da Terra, a manteiga de karité confere alta emoliência, além de possuir efeito antioxidante e atuar como filtro solar natural. Os óleos utilizados — de argan orgânico, macadâmia e rosa mosqueta — são prensados a frio e têm ação hidratante, regeneradora, rejuvenescedora e protetora contra os radicais livres. A vitamina E é de origem vegetal. Recomenda-se manter o produto na geladeira quando a temperatura ambiente for superior a 25 graus, para que ele permaneça sólido.

Está custando R$32,00 e vem num potinho redondo, de acrílico transparente, com 30g de bálsamo. A embalagem é simples e resistente, e fica bem fechada. Possui 4cm de diâmetro e 3,4cm de altura, e um rótulo cor de areia, colado na tampa de rosquear. O prazo de validade é de um ano e aparece em outra etiqueta, na base da embalagem.

O bálsamo é branco e apresenta um ótimo rendimento. No momento estou usando o meu segundo pote, mostrado na fotografia acima. O primeiro foi enviado pela dona da empresa, sem custo, junto com uma compra que eu tinha feito, há muitos meses. Como tive excelentes resultados com esse produto, adquiri a segunda unidade na loja virtual da marca (http://www.saldaterrasaboaria.com.br/), e vou comprá-lo novamente em breve, para guardar em casa, de reserva.

Informações sobre a Sal da Terra e sua fundadora foram publicadas recentemente aqui no Tantas Plantas, no texto “Resenha: Sabonete Líquido Oliva & Aloe, da Sal da Terra”.

Outras resenhas sobre o Bálsamo Emoliente Contorno dos Olhos podem ser encontradas nos blogs Lookaholic e Projeto Beleza Saudável.

OBSERVAÇÃO: Quando usei esse produto pela primeira vez, ele havia sido gentilmente enviado pela marca, sem custo algum. Escrevi essa resenha e recomprei o bálsamo porque fiquei efetivamente muito satisfeita.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

LEIA TAMBÉM:

“12 ingredientes que devem ser evitados”
“Resenha: Sabonete Líquido Oliva & Aloe, da Sal da Terra”
“Resenha: Creme Facial Noturno de Rosas, da Ikove”
“Meu relato sobre dermatite atópica e o uso de produtos naturais com ingredientes orgânicos”
“Resenha: óleo corporal Royal Jasmine and May Chang Replenishing Body Oil, da Pai Skincare”